Avalie o site

PF tem um problema: ninguém sabe a senha do notebook de Marcelo Odebrecht

News3

A Polícia Federal quer ter acesso a arquivos armazenados no notebook de Marcelo Odebrecht para investigações relacionadas à Operação Lava-Jato, mas tem um grande problema para isso: ninguém sabe qual é a senha dele.

De acordo com O Globo, o executivo, preso desde junho de 2015 pelo envolvimento em esquemas de corrupção, também diz não saber como fazer para acessar o notebook. Segundo Odebrecht, o password é gerado a partir de dois dispositivos token diferentes que mudam a combinação a cada acesso, e ele não sabe onde os aparelhos estão. Por isso, há mais de um ano ninguém consegue acessar nada nele.

Odebrecht diz que os dispositivos foram entregues ao departamento jurídico da empresa quando ele foi preso, e que nenhum dos advogados com quem ele conversou sabe o paradeiro dos aparelhos.

O acesso aos arquivos é visto como fundamental para a Lava-Jato. Os procuradores do Ministério Público Federal querem analisar e-mails, planilhas e outras coisas que possam ajudar no andamento das investigações. Para Odebrecht também é bom que eles sejam encontrados, já que serviriam para comprovar informações que ele revelou em sua delação premiada.

Mas há quem acredite que ele não quer colaborar. "O quadro demostra, no mínimo, ausência de interesse em agir de forma cooperativa por parte da empresa leniente e, em um tom mais grave, sugere a atuação de personagens com objetivo de obstruir as investigações. Não há como se cogitar que pertences pessoais de Marcelo tenham simplesmente se extraviado," disse a delegada da PF Renata da Silva Rodrigues.

Compartilhe:

Deixe seu comentário